Heading

Objetos & Memórias

Álbum Fotográfico

30 de abril de 2020
Álbum Fotográfico, com capa em cartão e fotografias a p&b com identificação dos funcionários da Alfândega de Lisboa, 1919-1926
Álbum Fotográfico, com capa em cartão e fotografias a p&b com identificação dos funcionários da Alfândega de Lisboa, 1919-1926 | Coleção Aduaneira – nº inv. D.2006.2.17
A propósito do 1º de maio: memória dos funcionários aduaneiros

Quantos rostos deram vida à Alfândega Nova e à atividade aduaneira?
Na construção do Edifício, iniciada em 1859, houve alturas em que o número de operários ultrapassava o milhar em laboração. E, no correr dos dias, o sistema aduaneiro, em geral, foi um dos organismos com mais capacidade de emprego na burocracia estatal, quer pelo número de funcionários que ocupava, quer pelos empregados que criava a montante e a jusante, pelas conexões com outros serviços, em especial os transportes.

Dos funcionários da Alfândega que passaram ficaram memórias que perduram até aos dias de hoje. Uma coleção ímpar de objetos museológicos, tais como uniformes que se distinguiam entre si e eram envergados pelos colaboradores, conforme o cargo que ocupavam e pela estação do ano em vigência, bonés, crachat´s, chaves e chaveiros, megafones, entre outros, espelham e preservam memórias e uma identidade institucional. Veja-se o caso do álbum fotográfico da década de 1920, composto e revestido a cartão, com imagens a p&b, que identifica e reflete o registo biográfico dos funcionários aduaneiros que exerciam funções nas diversas repartições. Cada colaborador era identificado com uma fotografia pessoal, possuía um número de identificação, era registado o nome completo e constava, ainda, a descrição do cargo que exercia. Além deste álbum que eterniza a memória de alguns colaboradores que muito contribuíram para a intensa atividade das Alfândegas, também merecem especial destaque os bilhetes de identidade, em cartão, e com fotografias a p&b alusivos ao pessoal do tráfego.

A força laboral, maioritariamente masculina como é possível aferir pela observação deste álbum, foi integrando, ao longo da segunda metade do século XX, cada vez mais mulheres sendo sempre curiosa a referência que algumas das primeiras funcionárias preencheram a categoria de “apalpadeiras” (responsáveis pela revista das mulheres nos postos de fronteira).

A propósito da comemoração do Dia do Trabalhador, no dia 1 de maio, aqui fica a nossa homenagem aos funcionários aduaneiros.
 
Álbum Fotográfico, com capa em cartão e fotografias a p&b com identificação dos funcionários da Alfândega de Lisboa, 1919-1926
Coleção Aduaneira – nº inv. D.2006.2.17

Adicionar comentário

Scroll